Oração ao Eleitor

Meu Santo Eleitor, eis meu pedido
Quero realizar meu grande sonho
Quero ser vereador
Salário de 23 mil depositado todo mês
Décimo-terceiro, recesso remunerado,
Gasolina, gabinete só pra mim
Nada mais de sufoco e privação
Meu Santo Eleitor, atenda a minha prece
Quero me “‘arrumá?’, entende?
E você, meu Santo, é minha única chance
Minha aposentadoria, minha tranquilidade
Com sua ajuda, quero ficar bem de vida
Também sou filho de Deus, né?
Você vai ver tanta gente pedindo seu voto
Mas, ou é gente conhecida, que já esteve lá
Ou desconhecidos como eu, com uma diferença
Sou honesto, falo a verdade nua e crua
Quero me dar bem.
Quero ser feliz…
Só você pode me ajudar, meu Santo Eleitor
Posso até trabalhar e fazer algo por você
Mas, por enquanto, só consigo pensar na mordomia
Quero mesmo é esfriar a minha cuca
Depois, bem, depois a gente vê
Pelo amor de Deus, Eleitor, ponha a mão na consciência
E vote em mim, um candidato transparente
Que avisa logo o que vai fazer depois: nada, nadinha
Vou continuar em meu escritório ou na clínica
Quero só tirar minha casquinha de Poder
Meu Santo Eleitor, se você me ajudar
E eu virar vereador, prometo, por essa luz
Sumir de sua vista até a outra eleição
Ó, meu Santo Eleitor, vê se me dá uma mão
(De um candidato que não passou na convenção)

Obs.: está tudo lá, no meu livro “Cidadão de Festim”, Edição Rede Pura, 2005, páginas 69/70.
Mas a “Veja” da última semana, página 66, diz que é uma ideia original do humorista Marcelo Adnet, na MTV.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: